Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma filha Atrapalhada

Lembram-se da pequena Bá do blog "Crónicas de uma mãe atrapalhada." Pois,ela cresceu! E agora exigiu que existisse também a sua versão de filha num blog a quatro mãos.

Crónicas de uma filha Atrapalhada

Lembram-se da pequena Bá do blog "Crónicas de uma mãe atrapalhada." Pois,ela cresceu! E agora exigiu que existisse também a sua versão de filha num blog a quatro mãos.

Kru Bom

Na linguagem da minha filha quando tinha à volta de dois anos Ku queria dizer Porcaria.

Ora nessa altura, um dia servi-lhe um prato (cujo teor revelarei no final), ela olhou para aquilo e fez uma birra: -Eu não vou comer isto. -

E porquê? - perguntei eu.

-Porque isto é kru!- respondeu-me fazendo caretas à comida

. -Já provaste? -Não, porque é kru.- Insistiu ela

- Ok Kru ou não vais provar! -

A regra sempre foi, não a obrigar a comer se ela não quisesse, mas tinha de provar antes de dizer que não gostava.

De forma que teve de provar o dito cujo kru.

Assim que provou a cara dela e atitude mudaram

: -Huuuum afinal este Kru é bom!

E como lembro disto? Porque tinha escrito e não cheguei a publicar