Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma filha Atrapalhada

Lembram-se da pequena Bá do blog "Crónicas de uma mãe atrapalhada." Pois,ela cresceu! E agora exigiu que existisse também a sua versão de filha num blog a quatro mãos.

Crónicas de uma filha Atrapalhada

Lembram-se da pequena Bá do blog "Crónicas de uma mãe atrapalhada." Pois,ela cresceu! E agora exigiu que existisse também a sua versão de filha num blog a quatro mãos.

ESTRIAS DE CRESCIMENTO!!!!

estrias.jpg

 

 A minha filha é uma jovem autónoma na sua higiene pessoal pelo que não ando sempre a ver e ao contrário de quando era miúda, raramente a vejo sem roupa. Calhou num dia em que ela precisou de mim enquanto tomava banho de me chamar, para lhe levar algo de que não me recordo e qual não é o meu susto, quando olho para ela e deparo com umas linhas na zona mamária.  Olhei de perto e pareceram-me estrias.  Tendo o pai que passar por ela para a atender também notou o mesmo e achou estranho.

Decidi falar com a médica. Na zona que era todo o cuidado é pouco e eu queria uma confirmação do que pensava. A médica confirmou que eram apenas estrias, o que me deixou um pouco mais descansada. E disse-me apenas para comprar um bom creme anti estrias.

 Explicou-me que a maioria ainda estava vermelha (na fase inflamatória) , pois a s estrias são “rasgos que surgem  na pele por falta de elasticidade  e que era possível atenuar, antes  de ficarem vermelhas fase em que já eram cicatrizes.

Existem várias causas para as estrias, no caso da Babá, o grande pulo em termos de crescimento que ela deu desde a entrada na puberdade foi sem dúvida o fator desencadeador.

Apesar de não ser um problema de saúde grave, todos sabemos como a adolescência é uma fase complicada e como a auto- estima é importante. E como muitas das vezes essa autoestima é importante para a saúde psicológica.

 

Numa observação mais atenta descobri que tinha mais noutras partes do corpo. Com treze anos a minha filha tem mais estrias do que eu depois de ser mãe de dois filhos e ter um “pouco” mais de idade e de peso.

Decidi atacar o problema. Pedi conselhos a um especialista que me revelou o que já sabia, que é um excelente profissional, pois com a pouca informação que lhe dei identificou logo o problema e deu-me bons conselhos sobre o que fazer e produtos a usar.  Já lhe agradecia a disponibilidade e simpatia, mas volto a fazê-lo porque também foi ele que me ensinou os cuidados de prevenção e tratamento que aqui vou escrever.

 

Porém na minha farmácia não existiam nenhum dos produtos que me tinha aconselhado, como as pessoas que ali atendem, também costumam ser bastante simpáticas e disponíveis pedi conselho para produtos equivalentes.

 

Assim optei pelo Elancyl Prevenção de estrias e estou satisfeita.  O valor foi 40 euros mais uns trocos. Já vi mais barato online.

 

No que diz respeito ao esfoliante e hidratante optámos pela linha de chá verde da Body Shop que estava em promoção e os dois produtos ficaram-me em quinze euros.

 

OS Cuidados de prevenção:

Hidratar por dentro e por fora: Beber muita água (ela bebe, mas não se safou ☹ )

Fazer esfoliação duas três vezes por semana para ajudar na renovação da pele.

Hidratar com um creme gordo.

Aplicar o creme de prevenção e anti estrias e seguir as instruções do creme anti- estrias.

Por curiosidade andei a pesquisar tratamentos para estrias que não envolvessem agulhas e que pudessem ser aplicadas a adolescentes de treze anos e descobri a Striort, mas não consegui descobrir em Lisboa onde se faz nem valores

 

Este texto não é patrocinado por nenhuma das marcas, mas estou bastante satisfeita, quer com o creme da Elancyl ,  quer com os produtos da Body Shop.  E já agora aproveitem e assinem a petição. da Bodi Shop contra testes em animais.

 

A minha intenção é apenas evitar que outras mães se assustem como eu me assustei e ajudar adolescentes e mães que estejam a passar pelo mesmo problema. Até porque não é um assunto de que se tenha muita informação, refiro-me principalmente ao impacto que possa ter na adolescência.