Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma filha Atrapalhada

Lembram-se da pequena Bá do blog "Crónicas de uma mãe atrapalhada." Pois,ela cresceu! E agora exigiu que existisse também a sua versão de filha num blog a quatro mãos.

Crónicas de uma filha Atrapalhada

Lembram-se da pequena Bá do blog "Crónicas de uma mãe atrapalhada." Pois,ela cresceu! E agora exigiu que existisse também a sua versão de filha num blog a quatro mãos.

Acabado de ler...

A-Ultima-Feiticeira.jpg

 

“A última Feiticeira" 1º Volume da Saga das Pedras Mágicas

 

Já há algum tempo que esta Saga me despertara a curiosidade, mas ainda não tinha tido oportunidade de a ler. Assim que consegui, trouxe o primeiro volume da saga das Pedras mágicas “A última Feiticeira” e apesar de começar a leitura um pouco cética, deixei-me enfeitiçar.

Pela voz de Catelyn a protagonista principal, a autora Sandra Carvalho mergulha-nos numa era de Druidas, feiticeiras e magia, num mundo de guerreiros, onde os Viquingues não poderiam faltar. No seguimento da tradição celta uma a profunda ligação á Natureza e á força dos seus elementos está presente nos seus personagens.

 

Começamos num paraíso bucólico de felicidade e união de seis irmãos, cinco rapazes e a mais nova a rapariga. A mãe carrega no ventre a sétima criança, mas um encontro nefasto põe em risco a vida das duas.

A partir desse momento a vida feliz de Catelyn e dos irmãos vai entrando numa espiral  de desgraça profetizada por uma maldição sobre as pedras que cada um tem num colar ao seu pescoço.

A herança de um colar mágico de sete pedras que não deveriam ter sido separadas, mas cujo segredo para ser mantido levou a que fossem separadas e cada irmão herdou um fio com uma pedra de apenas uma cor.

 

Após várias peripécias, durante uma batalha onde sofra grandes perdas, Catelyn é salva quando menos espera por um Viquingue que lhe já lhe aparecera em sonhos e visões.

 

Gosto da escrita fluida e leve, descritiva, mas não enfadonha e a forma como equilibra o romance e a ação.  Para quem for fã de fantástico recomendo. Eu estou definitivamente conquistada.

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Alfa 26.07.2018

    Já me debrucei sobre as Histórias da Bíblia há muitos anos onde acabei por ler a Biblia, embora na época não entendesse tão bem o conteúdo como hoje. Gosto muito dos autores clássicos e devo ser das poucas pessoas que leu e a adorou ler os Maias no Secundário. Aos nove anos encantei-me pela prosa rural de Júlio Dinis com "As pupilas do Senhor Reitor" e aos doze com "A morgadinha dos canaviais".Aos catorze chorei o destino de Catarina no Germinal de Émile Zola. Mas a par das leituras dos clássicos, mantive sempre o gosto pela fantasia e pelo fantástico. Neste campo em Portugal têm surgido autores que me têm cativado. Da obra de Al Berto já ouvi falar, mas confesso que nunca li nada porque não me atraiu. Talvez um dia por curiosidade pegue e até goste, mas neste momento o género de fantasia ajuda-me a descontrair bastante.
  • Sem imagem de perfil

    P. P. 26.07.2018

    Ufa, já não sou o único que gostou de Os Maias. Tbm li o novo testamento no meu 8 ano, exato a totalidade (ou não entendi) do Apocalipse. Caso tenhas Netflix sugiro o documentário The Beginning of Life. O meu psicólogo despertou em mim a curiosidade pela neurociência nos bebés, crianças e adolescentes. E lá está, biologia, psicologia e história de mãos dadas.
    Da Bíblia estou a ler A Bíblia - A História de Deus e de todos Nós.
    Vou ver mais um episódio da série. Adoroooo
  • Imagem de perfil

    Alfa 27.07.2018

    Não, não és. Eu conheço mais umas quantas pessoas que leram e gostaram. Sim tenho Netflix há pouco tempo. Vou espreitar, mas costumava ver no Odisseia a História do Universo apresentada por Morgan Feeman. Não sei se será o mesmo ou no género...
  • Sem imagem de perfil

    P. P. 27.07.2018

    Não. É acerca do desenvolvimento dos nossos bebés/crianças, como educar, ... Neurociência, psicologia e biologia. Adorei.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.