Lembram-se da pequena Bá do blog "Crónicas de uma mãe atrapalhada." Pois,ela cresceu! E agora exigiu que existisse também a sua versão de filha num blog a quatro mãos.

25
Mai 18

 bullies.png

 

Isto dos bullies e do Bullying tem muito que se diga. Já para não dizer que basta abrir os nossos canais de televisão e vemos a violência gratuita passar.

            Aliás acho imensa piada ao cuidado que têm em pôr bolinha vermelha nos programas com nu explicito. Mas logo de seguida no intervalo de filmes infantis passam três ou quatro anúncio de séries violentas e de terror.

              Os vídeos de violência no youtube que a maioria das pessoas não se inibe de passar no Facebook tornam-se virais.

        E num mundo onde alunos dão respostas propositadamente disparatadas só para terem direito a protagonismo no programa de um youtuber da moda onde apesar de este já ter vindo a público pedir que não façam continuam…. Tudo isto só lhes dá mais força.

 

   È triste ver a impunidade com que estes seres atuam em algumas escolas porque os  próprios papás dos meninos os apoiam como se de vítimas se tratassem.

 

               Esta é uma realidade quotidiana, onde inclusivamente muitos dos responsáveis das escolas por medo compactuam com certas situações tetando minimizar o dano.  E se forem de outra etnia têm sempre a desculpa que é racismo ou que são discriminados. Quando são os próprios a criarem grupos e a ameaçarem os outros.

           Estas são algumas das realidades a que tenho assistido, e não se faz mais, porque não há meio para se fazer. A lei não permite.

             Sei de um caso em que uma professora foi brutalmente espancada por uma aluna e a preocupação da escola foi abafar o caso muito bem abafadinho.

 

             E depois a escolha às vezes é entre sobreviver e ser sobrevivente.  E o grave é quando as vítimas seguem os bullies porque se sentem ameaçadas e lhes dão poder ao perceberem que estes têm medo.

 

 Já cheguei a ouvir pais a dizerem aos filhos faz o que ele te diz para não te chatearem mais. A proibirem os filhos de testemunharem porque têm medo.

             Ações de sensibilização contra Bullying nas escolas? Têm ideia de quantas e quantas são passadas????. Infelizmente só sensibilizam com este tipo de campanhas as crianças e jovens que não têm prazer em destruir, em humilhar. Os outros riem-se descaradamente na tua cara como se lhes estivesses a passar um filme cómico. 

 

Conheço um caso onde até o psicólogo da escola foi ameaçado e este recusou-se o seguimento da criança por via das contantes ameaças que a família lhe fazia. A mesmíssima criança que os pais fazem crer a toda a gente que não o conheçam que é uma vítima de todos os que o rodeiam, chegou ao cúmulo de gozar com agentes da escola segura  durante uma sessão de sensibilização contra Bullying. E depois eles até têm orgulho em dizer que são Bullies afinal vamos à net aparece o significado de valentões!!!!

  Para mim muito tem que se mudar neste aspeto. Não defendo o regresso a palmatória.  Mas há casos onde a autoridade do professor não pode nem deve ser questionada. E onde as escolas não podem ficar de pés e mãos atados.

Trapalhada feita por Alfa às 18:08

Totalmente de acordo.
Apenas faço referência a um canal de desenhos animados, que não consta dos meus favoritos, também ele com animações violentas: o Cartoon NetWork.
Sem saber de onde vinha o gosto por monstros e pessoas inusitadas de um aluno portador de PEA, comecei a investigar os seus hábitos televisivos. Não foi fácil chegar ao canal, uma vez que não o soube identificar entre tantos que os pais lhe deixam ao dispor.
P. P. a 25 de Maio de 2018 às 20:51

Conheço bem o Cartoon network e as suas personagens bizarras, mas posso dizer que não é dos mais violentos. Aliás acho que não é por aí. Sempre houve violência nas escolas, Eu costumo dizer á minha filha que cheguei a fazer amigos a andar briga. Depois de lhes fazer frente paravam de me incomodar, mas tudo era diferente. Havia respeito pelas regras e pela autoridade das escolas. A maioria dos miúdos de hoje quase não vê TV, , vêm as séries da Netflix e os vídeos do youtube, os jogos de computador cada vez mais violentos. E os pais impunham regras e respeitavam os professores.
Alfa a 25 de Maio de 2018 às 22:32

Não poderia estar mais de acordo!
omeumaiorsonho a 28 de Maio de 2018 às 15:05

Obrigada é um tema que aina muito pano para mangas.
Alfa a 28 de Maio de 2018 às 21:39

Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

16
17

20
21
23
24
26

27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Trapalhadas Antigas
Trapalhões online
Andaram atrapalhados
contador
mais sobre mim
Procurar trapalhadas
 
links
blogs SAPO